• Nara Brito Barro Advogada

Você conhece algumas das opções para solucionar conflitos sem ajuizar uma ação na Justiça?



● Você conhece algumas das opções para solucionar conflitos sem ajuizar uma ação no Judiciário e com um auxilio de um profissional do Direito que pode te oferecer com um serviço de qualidade e facilitar em seu desfecho?

● Vamos compartilhar com vocês alguns desses meios adequados extrajudiciais:

▶ negociação estratégica: é um método que busca tornar as relações continuas, procurando sempre os objetivos em comum dos envolvidos, entendendo que satisfazer todos os interessados é vital para que haja uma negociação de sucesso.

▶ conciliação: é uma conversa que conta com a participação de uma pessoa imparcial para favorecer o diálogo e, se necessário, apresentar ideias para a solução do conflito. O conciliador, que atuará preferencialmente nos casos em que não houver vínculo anterior entre as partes, poderá sugerir soluções para o litígio, sendo vedada a utilização de qualquer tipo de constrangimento ou intimidação para que as partes conciliem.

▶ mediação: é uma conversa intermediada por alguém imparcial que favorece e organiza a comunicação entre os envolvidos no conflito. O mediador, que atuará preferencialmente nos casos em que houver vínculo anterior entre as partes, auxiliará os interessados na compreensão das questões e dos interesses em conflito, de modo que possam, por si próprios, mediante o restabelecimento da comunicação, identificar soluções consensuais que gerem benefícios mútuos.

▶ consultoria jurídica: é um serviço de apoio para prevenir e/ou solucionar questões jurídicas. Consiste, assim, em esclarecer questões ligadas ao universo do Direito e prestar informações e opiniões especializadas. Desta forma, a pessoa/empresa que contrata uma consultoria jurídica tem maior embasamento para tomar decisões de forma pontual ou a longo prazo, dentro e fora de um processo.

● Você já faz uso de algumas ou conhece esses métodos? Eles conseguem trazer soluções mais duradouras, pacíficas, sigilosas e em menos tempo comparado com o Judiciário.

● O próprio Poder Judiciário tem, recorrentemente, incentivado o uso dessas soluções extrajudiciais de conflito diante da sobrecarga de ações para julgamento e, que neste momento de Pandemia, aumentaram muito, pois há uma cultura no país de judicializar todas as relações e ainda falta informação à população das outras portas de solução de conflitos (sistema multiportas) e que hoje podem pacificar de forma mais qualificada as relações.

● Saiba, ainda, que todas essas formas adequadas de solução de conflitos podem ter uma abordagem sistêmica.

● A abordagem sistêmica na solução de conflitos trata as questões geradoras de conflito sob uma ótica que rege as relações humanas, utilizando a ciência das constelações sistêmicas, o pensamento sistêmico, os conhecimentos multidisciplinares no Direito e habilidades interpessoais dos profissionais.

● Nos próximos posts vamos trazer mais informações sobre essa abordagem sistêmica no Judiciário, na Advocacia e nessas formas adequadas de solução de conflito extrajudicial e, ainda, sobre o sistema multiportas.

● Fonte: https://www.cnj.jus.br/ ● Acompanhe-nos no Instagram: https://www.instagram.com/britoebarroadvocacia/

©2020 por Brito e Barro Advocacia e Consultoria Jurídica. Brasil - Ituiutaba-MG e Florianópolis-SC.